E sábado dia 28 de Fevereiro tivemos mais um divertido e abençoado Encontro da UMADCAM na congregação da Morada do Sol.
Confesso! Cheguei atrasado. A igreja é assazmente longe de minha casa, me perdi e tal, mas a epopéia valeu a pena. Haha
Repetindo a dose do primeiro culto, a igreja estava bem lotada e Deus agindo poderosamente entre os jovens.
Contamos com a presença da mocidade da Vila Margarida, Parque Gramado, Parque da Liberdade, Jardim da Paz, São Jerônimo, Vale das Nogueiras e Sede. Também estiveram presentes os jovens da Vila Dainese (Campo de SBO), Grupo Sopro Divino, Kades Coral e Ministério Lugar Santo.
A mensagem ficou encarregada pelo Diacono Luís Mariano (O crente Nóia , segundo o Pastor Michel X-D).
Ele leu uma breve passagem em Segundo Samuel Cap. 23 vers.11-12 que faz uma menção a um dos Valentes de Davi cujo nome era Samá.
Samá era um rapaz que vivia em um povoado que sobrevivia de uma plantação de lentilhas.
Naquela época, Israel estava em guerra com os filisteus e estes estavam prestes a tomar a terra em que Samá habitava.
Assustados com a iminente ameaça, boa parte da população fugiu da região. Apenas alguns ficaram para resistir, dentre eles estava Samá.
Ele lutou bravamente para manter a sua terra e Deus deu o livramento.
Muitas vezes, recebemos uma benção muito grande que foram feitos muitos sacrifícios para poder concretizá-la. Infelizmente pode acontecer da luta não terminar assim que consolidamos nossos projetos, pode acontecer de algumas pessoas movidas por sentimentos negativos tentem nos desanimar e fazer desistir deste sonho já realizado.
Contudo se nós mantivermos firme a nossa posição e não nos entregarmos facilmente Deus nos dará o escape.
Em Tiago 4:7 diz “Sujeitai-vos a Deus, resisti ao Diabo e ele fugirá de vós”.
Rapaziada, portanto, quando alguém tentar frear o que Deus já te entregou e você passou por uma grande luta para conseguir, não desanime, continue a lutar pelo que é teu, pois Deus dará a força necessária para isso. ^^

Outra coisa bacana que ocorreu foi o sorteio de dois ingressos do show do Oficina G3, neste próximo dia 7. Ironicamente os vencedores foram dois rapazes do São Jerônimo cujo culto de jovens ocorre no mesmo dia. Engraçado foi a reação do Irmão Robson, líder da Mocidade do São Jerônimo, desapontado com a vitória dos seus membros X-D.
Solidário aos jovens fica o meu apelo: Irmão Robson, Libera os dois pro Show X-D!!

Paz e Liberdade em Cristo Jesus!

Eliezer Abrantes
Membro da AD Madureira em Americana

Há um divorcio espiritual?
Em Romanos cap.7 e os versos 1 ao 25, o Apostolo São Paulo, começa da seguinte maneira, este capitulo.
“Não sabeis vós que estou falando a pessoas que conhecem a lei-que a lei tem poder sobre alguém apenas enquanto ele vive? Por ex: a mulher está ligada ao seu marido enquanto ele estiver vivo, mas se o marido morrer, ela estará livre da lei do casamento. Por isso se ela casar-se com outro homem enquanto seu marido viver será adultera. Mas se o marido morrer ela casando com outro homem esta livre da lei do casamento”

Começo a minha mensagem dizendo que, nós temos aqui, um texto de interpretação, no âmbito espiritual pra o versículo lido, baseado na leitura,o que o Apostolo está querendo dizer, é que dentro de nos, existem duas famílias, ou seja uma da lei e outra da graça.
Quero explicar como isso funciona.
Gálatas no cap. 5 e nos versículos 16 ao 25 o mesmo Apostolo relata isso que acabamos de falar.
Vejamos então a família do pecado, que habita dentro de cada um de nos.
No versículo 16 diz assim.
Vivam no espírito e de maneira nenhuma satisfareis o desejo da carne. Ora se eu não andar no espírito então estou satisfazendo o desejo da carne que é segundo o versículo 19 manifestado dentro de nós mesmo como imoralidade sexual, impureza, e lascívia, verso 20 idolatria, feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões
Facções, inveja, embriagues, orgias e coisas semelhantes.
É difícil admitir que isto habite dentro de cada um de nós não são verdade, 16 filhos do primeiro casamento.
Agora eu quero te chamar a atenção para o segundo casamento, o espiritual, que é o que o apostolo relata em romanos cap.7 verso 3 mas morto o marido a mulher estará livre pra se casar de novo.
Este novo casamento com cristo agora gera em nós alguns filhos também e é sobre isto que vamos falar.
Gálatas relata na continuação do cap. 5 e nos versos 22 a 25 que os filhos deste segundo casamento agora aparecerão na vida dos novos nubentes ou crentes,
Vejamos: pois o fruto do espírito é: amor, não poderia começar melhor não é verdade, pois se o fruto da carne começa quebrando o amor, pois onde há imoralidade sexual não há o amor, este por sua vês vai colocar as coisas no seu devido lugar, o segundo filho em nós é alegria, o terceiro a paz, o quarto, paciência, o quinto, amabilidade, o sexto, bondade, o sétimo fidelidade, o oitavo mansidão e o nono, domínio próprio.
Agora quero que você pense comigo, como podemos viver com duas famílias dentro de nós, morando todos no mesmo teto, será que não dá briga isso em?
Muita briga, muita discussão, muita rivalidade, é precisamos resolver esta questão não é mesmo?
Como fazer então pra que tudo se resolva?
Olha se os primeiros filhos do primeiro casamento são maiores que os do segundo e é obvio, também, em numero, pois eles são 16 em contra partida os do segundo são menores em estatura e em numero, pois nascerão depois e eles são apenas 9, já então a briga deve ser ganha pelos frutos da carne que são mais sim ou não?
A resposta é não necessariamente, pois existe um jeito de vencer os frutos da carne que são maiores e mais numerosos.
Não dando comida para eles, pois só assim poderemos matá-los de fome, pois se os alimentarmos estaremos cometendo adultério espiritual contra aquele que nos desposou, ou seja Cristo Jesus.
Não sou eu quem digo isto mas a própria palavra que acabamos de ler,
Veja novamente comigo o cap. 7 de Romanos e o verso de numero 3.
Pois se ela neste caso a igreja pois todas as vezes aqui relatado a mulher quer dizer a igreja ,se casar com outro homem,comete adultério.

Precisamos entender que aos que contraíram com Cristo Jesus um matrimonio espiritual, deve tomar cuidados, pra não trair este relacionamento tão divino e sagrado.
Matemos, pois o velho homem e vivamos uma vida intima com o Senhor e Salvador Jesus Cristo.
Eu oro a Deus pra que te de vitórias em sua vida espiritual, e forças pra vencer os desejos da carne,e que estes frutos do espírito de Deus cresça rapidamente em vós.

Pr. Rogério Martins

Membro da CONAMAD (Convenção Nacional da Ass. de Deus no Brasil – Min. Madureira).
Coopastor da AD em Americana – Min. Madureira

triste_tristeAo longo dos eventos narrados na Bíblia é possível perceber que em muitos momentos Deus permite que momentos de dor e terror passem por nossas vidas (em certas partes, Ele próprio favorece tais eventos); então você pode me perguntar: Deus deseja que nós passemos por sofrimento? Pode parecer blasfêmia, mas penso que sim em alguns momentos.
Quando falo que Ele deseja isso, me refiro de uma forma não sádica.
Vejam bem: certa vez Deus pediu para que Abraão sacrificasse seu único filho legítimo, seu herdeiro, Isaque. Ele o levou para o local onde Deus havia indicado para o sacrifício, mas no último instante O Senhor interveio e não permitiu a morte do rapaz.
Quando vemos esta história notamos que um sacrifício ocorreu de fato, não no sentido de derramar sangue, mas no sentido de matar, renegar, trucidar a vontade e a lógica humana.
Penso que Abraão, enquanto pai, deve ter sofrido um terror muito grande por ter que matar seu único e amado filho em nome de Deus. Ele sofreu e Deus viu isso; e mais, Ele viu a confiança de Abraão de que a saída para este momento de horror viria dEle ao abrir mão das dúvidas.
Dessa forma Abraão se fortaleceu ainda mais e foi abençoado grandemente.
Outro exemplo interessante é o caso de Jó. Ele sofreu todos os tipos de provações e, não tendo a mesma sorte de Abraão,teve seus filhos, o respeito dos amigos, sua fortuna, sua saúde, o amor de sua mulher sacrificados.
Nos momentos de maior desespero eram inevitáveis as reclamações. Em nenhum momento, entretanto, Jó blasfemou; ao contrário, na hora certa o nome do Senhor foi louvado pois ele entendeu que a vontade de Deus era soberana na sua vida.
E ele também se fortaleceu e foi abençoado recuperando tudo o que havia perdido.
Essas e outras histórias bíblicas e histórias recentes ilustram que na realidade o desejo de Deus não é o nosso sofrimento por si só, mas como uma forma de amadurecimento espiritual e humano.
Certas vezes para valorizarmos de fato as bênçãos que recebemos é necessário sofrer e se sacrificar para tê-las.
E vou te contar, não é fácil.
A nós resta apenas a confiança em Deus e de que Ele estará conosco nestes momentos e em todos os outros em cada dia de nossa vida!

O JUSTO VIVERÁ PELA FÉ!
Eliezer Abrantes Rodrigues
Membro da AD em Americana – Min. De Madureira

“Muita gente se espanta ao saber que quem inventou o Carnaval foi a Igreja Católica Apostólica Romana. Tudo começou em 604, quando o papa Gregório I determinou que todos os anos os fiéis deveriam dedicar-se, durante 40 dias, a assuntos espirituais.
No período que ia da Quarta-Feira de Cinzas até o Domingo de Páscoa, o povo deveria entregar-se à austeridade e ao jejum. Era a Quaresma, período que serviria para lembrar os 40 dias que Jesus passou no deserto consagrando-se.
Durante a Quaresma, era proibido comer carne. Foi então que alguns “carnais” entraram em ação e fizeram a seguinte proposta: já que iam ficar tanto tempo em abstinência, por que não permitir que o povo cometesse algumas extravagâncias antes ? Os padres concordaram, e essa libertinagem foi oficialmente aprovada e incentivada por alguns papas carnavalescos, como Paulo II e Paulo VI, nos séculos XV e XVI, respectivamente.
Um fato curioso é que o Carnaval só é comemorado em países católicos.
Esses dias de “vale tudo” que antecedem a Quaresma, em que as pessoas ficam 40 dias sem comer carne, passaram a ser chamados de “adeus à carne”, quem em italiano é “carne vale”, ou “carnavale”, resultando na palavra “carnaval”. Ou seja: se a Igreja Católica Romana não tivesse criado o período da Quaresma, não haveria hoje o Carnaval.
É necessário também saber que as folias do Carnaval estão ligadas às festas pagãs romanas, que eram calcadas em muita licenciosidade sexual, bebedeira, glutonaria, orgias coletivas e muita música. Eram conhecidas como bacanais ( em homenagem a Baco, o deus do vinho e da orgia ), lupercais ( em homenagem ao deus obsceno Pã, também chamado de Luperco), e saturnais ( em homenagem ao deus Saturno que, segundo a mitologia grega, devorou seus próprios filhos).
O resultado físico, moral e espiritual desta festa é estampado em noticiários e jornais toda Quarta-Feira de Cinzas, e é o retrato falado do ser que está por trás dessa algazarra pagã, comandando-a: o diabo.
Sendo assim, aos que não participam desta festa, meu conselho é que continuem de fora; e aos que participam ou pretendem participar, meu conselho está em Jeremias 51:45: “Sai do meio dela, ó povo meu, e livre cada um a sua alma, por causa do ardor da ira do Senhor.” “( Pastor Silas Malafaia – Editorial da Revista Fiel – Ano V- Nº 15 – Fevereiro de 2009 )

Fonte: Editoral da Revista Fiel, ano 5 Nº 15

Nestes dias “festivos” vamos estar falando um pouco sobre a verdadeira origem do carnaval, seu intuito e seus prejuízos, um conselho pra você que serve ao Senhor é que tenha muita vigilância, pois o carnaval acaba na quarta – feira de cinzas, mas e sua vida? Se Jesus Voltar exatamente no Domingo ou no Sábado de carnaval caso você dê uma “escapadinha” de leve, será que estará com ele nas nuvens para uma verdadeira festa que NUNCA ACABARÁ ou ficara aqui numa festa ilusória que já terá o seu final?
Medite nisso…

carnaval_mascara

ENTENDA A ILUSÃO DO CARNAVAL
1. No mundo cristão medieval, período de festas profanas que se iniciava, geralmente, no dia de Reis (Epifânia) e se estendia até a quarta-feira de cinzas, dia em que começavam os jejuns quaresmas. Consistia em festejos populares e em manifestações sincréticas, oriundas de ritos e costumes pagãos como as festas dionisíacas, as saturnais, as lupercais, e se caracterizava pela alegria desabrida,(encolerizada) pela eliminação da repressão e da censura, pela liberdade de atitudes críticas e eróticas.]
2. Os três dias imediatamente anteriores à quarta-feira de cinzas, dedicados a diferentes sortes de diversões, folias e folguedos populares, com disfarces e máscaras; tríduo de momo.
3. Bras. Pop. Confusão, trapalhada, desordem. Desde a origem, o carnaval é uma festa de desregramentos, excessos e irresponsabilidades. E nada mudou até os nossos dias. Por mais que se defenda que o povo precisa de alguns dias de circo para compensar o estresse do resto do ano, esse tipo de divertimento não tem causado o prazer que deveria.
Qual é o resultado dessa ilusória diversão e desse efêmero prazer? Todos conhecem. Assaltos nas ruas e arrombamento de casas; pessoas bebendo e usando droga descaradamente e com isso matando-se por discussões ou em acidentes, dada à imperícia dos motoristas alcoolizados; jovens imaturos praticando sexo irresponsável, contraindo doenças ou gravidez indesejável; os pobres que vivem a reclamar dos salários, para nivelar-se aos que têm mais, comprando abadás, fantasias de blocos que custam 100, 150, 200 reais. Um pedaço de pano pintado com o distintivo da escola servindo como blusa e uma mini-saia ou short para completar a indumentária, por preço igual ou maior que uma cesta básica. Logo depois, a maioria das pessoas se arrepende do dinheiro que gastou, das seqüelas que a festa deixou, das dívidas que contraiu para divertir-se nos caros bailes dos aparatosos salões. A irracionalidade toma conta das pessoas nos dias de carnaval.
Droga e sexo são fundamentais. Recentemente fizemos uma trova para um concurso com o tema carnaval. Dissemos: Se brincar no carnaval/saiba dosar sua alegria/pra não rasgar a moral/no embalo da fantasia. Porque é o que mais acontece. Qual a finalidade de se apresentar mulheres com seios à mostra e um minúsculo tapa-sexo? O mundo gira em volta da sensualidade exagerada. A mulher vem sendo manipulada por uma mídia obscena que, como competente comerciante, sabe o preço de cada uma. E pela glória de aparecer nua numa revista não medem o que estão fazendo.
O sábio apóstolo Paulo de Tarso já dizia:- Tudo me é lícito, mas nem tudo me convém. Não se trata de puritanismo piegas, mas de racionalidade. O carnaval só dá lucro para quem organiza, promove, vende produtos, para quem tem os trios-elétricos e para os políticos que levam o seu quinhão generoso. Quando esses não tiverem bons lucros, o carnaval se acaba. Até lá, porém, o inferno continuará fervilhando e salve-se quem puder.
Octávio Caúmo Serrano

Fonte: http://www.melodia.com .br

PORQUE APENAS ALGUÉM MORRERÁ POR UM JUSTO; PODERÁ SER QUE PELO BOM ALGUÉM OUSE MORRER. MAS DEUS PROVA O SEU AMOR CONOSCO, EM QUE CRISTO MORREU POR NÓS, SENDO NÓS AINDA PECADORES” ROMANOS CAP. 5 VERS. 7 E 8

PORQUE APENAS ALGUÉM MORRERÁ POR UM JUSTO; PODERÁ SER QUE PELO BOM ALGUÉM OUSE MORRER. MAS DEUS PROVA O SEU AMOR CONOSCO, EM QUE CRISTO MORREU POR NÓS, SENDO NÓS AINDA PECADORES” ROMANOS CAP. 5 VERS. 7 E 8

O Missionário Don Richardson passou vários anos frustrantes convivendo com a tribo Sawi, da Nova Guiné. Estava muito empolgado, era também Antropólogo e esperava levar a ter êxito ao apresentar o Evangelho para um povo que tinha sua cultura como as da idade da pedra. Porém a mensagem chocava com as crenças exóticas daquela tribo.
Os valores cristãos de amor e perdão não atraíam os Sawi, eles tinham a astúcia como grande virtude. Quando certa feita o missionário contou a história de Jesus, ouve neles uma grande alegria e felicidade pelo grande exemplo… Mas o grande exemplo não de Jesus, mas o de Judas. Para eles esse sim era o verdadeiro herói! O fantástico modo como Judas se infiltrou no circulo íntimos dos apóstolos antes de se voltar contra Jesus fora fascinante para os Sawi.
Toda vez que Richardson tentava compartilhar Jesus com estes nativos, fracassava em seu intento. Richardson chegou a uma conclusão frustrante: “Como alcançarei esse povo? Nunca conseguirei! Deus me perdoe, mas eu falhei!” dizia o Missionário em sua oração.
O missionário decidiu voltar aos EUA, mas os Sawi o amavam e não queriam que ele fosse, mas naquele tempo ele já tinha presenciado quatorze batalhas sangrentas entre os Sawi e outra tribo rival, os Haenam!
Mas um dia antes da data marcada para volta do Missionário Richardson, os Sawi e os Haenam montaram uma cerimônia à frente de sua casa. Era o esforço final para convencer o Missionário a ficar.
Já no final da tarde e começo de noite, num dia típico de verão, aonde a temperatura vai ficando mais agradável com a chegada da noite, todas as duas aldeias se reuniram para observarem o acontecimento. Todos estavam em silêncio, menos a esposa do chefe dos Sawi. Ela chorava e gritava desesperadamente e o missionário não entendia o porquê…
Enquanto a esposa dos chefes dos Sawi chorava e se desesperava o chefe dos Haenam tirava o seu filho de seis meses e o levava consigo para que aquele menino fosse criado pelos Haenam! Aí então um membro da tribo explicou para o missionário o que estava acontecendo: a tribo Haenam ia dar outro nome ao menino, e criariam como se fosse seus! E ali havia um pacto, que enquanto aquele menino vivesse as duas tribos não mais se enfrentariam e aquele menino era chamado de MENINO DA PAZ. Enquanto Richardson olhava aquela cena com um toque muito grande de emoção ao ver os membros das tribos festejando elo menino da paz, uma luz se acendeu na sua mente! Ele reuniu os membros das 2 tribos e explicou a essência do VERDADEIRO MENINO DA PAZ que Deus enviou ao mundo para nos salvar!
Sim! Deus enviou o seu filho para que vivesse entre nós que éramos seus inimigos para que Ele fizesse as pazes com a humanidade!

PARA REFLEXÃO – Jesus é seu e meu amigo, ele nos compreende, nos ama, nos respeita, quer saber dos nossos desejos mais banais com gostar de sorvete de flocos ou de milho verde e também as mais importantes como a cura de uma doença incurável! Pense nisso, Deus como o Chefe dos Sawi nos deu seu Filho único pra que entre Deus e homem haja amizade, livre contato e cumplicidade, porque Deus estendeu uma ponte sobre o abismo nos entregou verdadeiro MENINO DA PAZ!

Nos laços do Calvário que nos uni…

Ev. Michel G. Pimenta
Coordenador da UMADCAM

ler_pensamentos1Quero fazer um teste com você agora! Mas esse teste o resultado só você e Deus que saberão! E neste teste você também aprenderá como melhorar seu relacionamento com Deus! Marque os itens que são verdadeiros no seu relacionamento com Deus:

1º Eu entendo Deus bem melhor agora do que quando comecei a conhecê-lo;

2º Sinceramente, gosto de estar envolvidos em atividades relacionadas à minha fé;

3º Deus me ajuda a amar as pessoas e a me importar com elas;

4º Meus relacionamentos (amigos, pais, parentes, namorado, noivo, esposo, etc…) são melhores em decorrência da minha fé em Deus;

5º Entendo as escrituras hoje melhor do que em qualquer outra época da minha vida;

6º Peço a Deus que me ajude a resolver meus problemas;

7º Todos meus amigos e familiares sabem que sou cristão;

8º Reservo tempo para orar todos os dias;

9º Sei e tenho absoluta confiança, certeza e demonstro com minhas atitudes que creio que Deus me ama;

10º Peço perdão a Deus todas as vezes que erro;

11º Sou sincero (a) com Deus com relação a todos meus sentimentos;

12º Falo de Jesus pras pessoas;

13º Meu relacionamento com Deus influencia profundamente minhas ações.

RESULTADOS

6 a 13 Afirmativas – SIGA!!! Sua fé está crescendo com certeza! Você está experimentando o tipo de crescimento de Atos Cap. 19 vers. 1 – 7
3 a 5 Afirmativas – CUIDADO!!! Cuide para que sua fé não estacione! Veja os itens que não marcou e comesse a pedir a Deus para que ajude você, ler Atos Cap. 19 vers. 1 – 7 pode te ajudar a ter motivação pra crescer.
0 a 2 Afirmativas – PARE!!! Sua fé está murchando! Peça a Deus para lhe dar mais fé! Envolva-se com amigos (a) Cristãos, ouça o conselho dos mais experientes, peça ajuda em oração para o seu Líder, Pastor para que você não venha a morrer na carreira da fé!

Em Atos 19. 1 ao 7 Paulo explica a verdade que os seguidores de Jesus não conheciam. Quando eles ouviram tudo que Deus tinha para eles foram desafiados, aí então sua fé pôde crescer.

Deus nos abençoe e nos ajude a aumentar a nossa fé até chegarmos a estatura de varão perfeito!

Nos laços do Calvário que nos uni em Cristo Jesus…

Ev. Michel G. Pimenta
Coordenador da UMADCAM